quinta-feira, 25 de junho de 2009

Experiência Pessoal


Nunca cruze os braços!

Esta semana Deus me deu uma palavra muito especial que eu gostaria de compartilhar aqui.

Eu sou formada em Educação Artística/Artes Cênicas, pela UFPE. Quando eu escolhi este curso, eu fui movida pelo trabalho que eu já realizava na Igreja que faço parte. Desde 1995 que trabalho com um grupo cênico. Inicialmente com canto e posteriormente com teatro e dança. 

Sempre fazendo por conta própria. Então, busquei um curso em que eu pudesse me aperfeiçoar, mas nunca buscando a direção de Deus para essa vida.

Cheguei a me desviar do evangelho lá dentro, ao invés de aproveitar os conhecimentos adquiridos para a honra e glória do nome do Senhor Jesus.
Aconteceu que eu entrei em crise, sem saber exatamente se Deus havia me chamado para trabalhar nesse ramo dentro da Igreja ou se eu só o fazia por vaidade própria.



Então, esses dias, eu estava em contrição, pedindo de Deus a confirmação em meu coração sobre esse chamado. Eu tenho sérias dificuldades corporais de extensão, alongamento, flexibilidade, pois quando eu comecei realmente a trabalhar as danças na Igreja, eu já tinha um corpo definidamente "entrevado".

Mesmo trabalhando muito o alongamento em casa, eu não tinha tempo para estar sempre alongando, e eu não tinha ninguém para me instruir.

Então, eu falei com Deus esta semana. Se Ele realmente me queria nessa obra, eu queria que Ele me capacitasse, pois eu quero fazer a obra dEle da MELHOR FORMA POSSÍVEL. Então, preciso ter um corpo trabalhado, aprender técnicas de dança e tudo o mais. Para isso, é necessário tempo para me dedicar e dinheiro para investir nessa área.

Eu também falei com Deus que eu não quero isso se for para minha própria glória e vaidade. Eu quero que Deus apareça em mim e não eu.

Passei a semana inteira em oração, aguardando a resposta dEle. Ontem pela manhã, eu acordei com meu filho de um ano de idade chorando. Me levantei e fui até a cozinha, onde minha mãe estava ouvindo um CD de uma pregação de R.R. Soares, cujo título era "Nunca Cruze os Braços". No momento que cheguei, minha mãe tomou meu filho nos braços e foi à sala, deixando-me sozinha. Neste exato momento, o missionário orava, e dizia as seguintes palavras:



"Você que está me ouvindo, aquilo que Deus preparou para você é teu, aquilo que Deus te chamou para fazer, faça-o. Não cruze os braços. Faça a obra do Senhor."

E eu tomei posse daquela palavra, orei a Deus e agradeci pela confirmação.

Eu tenho plena convicção das dificuldades que eu enfrentarei para fazer a obra dEle. A principal delas é com relação ao meu corpo e suas limitações. Mas Deus estará comigo, me capacitando, me auxiliando, me dando forças quando eu achar que não conseguirei.

Nunca deixe ninguém te dizer que você não conseguirá atingir determinados objetivos. Se Deus te chamou, Deus te capacitará. Não há impossíveis para Deus. Seu corpo é limitado e Deus te chamou para ministrar com danças? Ore a Deus, expondo seu problema. Faça sua parte. Trabalhe seus músculos, procure um profissional de Educação Física que possa te ajudar, procure informações em livros e em vídeos. Faça um trabalho diário de alongamento e fortalecimento de seus membros e articulações.

Não será fácil. Eu tenho 27 anos e tenho certeza que não será fácil. Mas eu estou disposta a me dedicar e me esforçar para chegar lá. E Deus está comigo. Nunca deixe ninguém dizer que é impossível.

Deus está conosco e ele sempre capacita os seus chamados.

Glória seja dada ao nome do Senhor!!!

Nenhum comentário:

Postar um comentário