sexta-feira, 16 de setembro de 2011

História do Frevo



"A palavra frevo nasceu da linguagem simples do povo e vem de 'ferver', que as pessoas pronunciavam 'frever'. Significava fervura, efervescência, agitação.

Frevo é uma música genuinamente pernambucana do fim do século XIX - acredita-se que sua origem vem das bandas de música, dobrados e polcas. Segundo alguns, é a única música popular no mundo onde a música nasce com a orquestração.

Os passos da dança simbolizam uma mistura de danças de salão da Europa, incluindo passos de ballet e dos cossacos.

A dança originou-se dos antigos desfiles, quando era preciso que alguns capoeiristas fossem à frente, para defender os músicos das multidões, dançando ao ritmo dos dobrados. Assim nascia o Passo. Os dobrados das bandas geraram o Frevo, que foi assim chamado pela primeira vez em 12/02/1908." Fonte.



Os capoeiristas que protegiam os músicos, o faziam usando guarda-chuvas como armas, caso alguém ultrapassasse os limites que podiam ir. Esses guarda-chuvas foram se incorporando à dança, e cada vez mais diminuindo de tamanho e ganhando cores, até se transformarem na sombrinha de frevo, que hoje conhecemos.


"No decorrer do tempo, a música ganhou um gingado inconfundível de passos soltos e acrobáticos. A década de 30 foi um marco para dividir o ritmo em Frevo-de-Rua (puramente instrumental), Frevo-Canção (derivado da ária, tem uma introdução orquestral e andamento melódico) e Frevo-de-Bloco (executado por orquestra de pau e cordas - madeira e cordas - e é também chamado de marcha de blocos)."  Fonte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário