terça-feira, 1 de junho de 2010

O Livro de Ester



É um dos livros que mais gosto na Bíblia, o Livro de Ester. É engraçado porque algumas coincidências aconteceram este ano. Uma delas foi a minissérie da Rede Record, "A História de Ester", a qual eu acompanhei e gostei bastante. Mas, a mais importante delas foi ontem.

O Senhor Jesus falou ao meu coração através da irmã Fábia, no culto das Vitoriosas em Cristo, na Assembléia de Deus Vitória em Cristo (Penha) em Boa Viagem (Recife-PE). Por isso, estou postando aqui hoje 8 pontos deste livro para compartilhar o que Deus tem falado ao meu coração através desta história.

1. Nada para Deus é impossível

O nosso coração pode fazer planos, mas Deus pode mudar nossa sorte de formas que achávamos ser impossíveis. Deus não conhece limites, para Ele, nada é impossível. Quando que Ester iria imaginar, sendo órfã de pai e mãe, levando uma vida simples, que se tornaria a Rainha da Pérsia? Deus mudou sua sorte de maneira tal, que o que era impossível tornou-se possível. Deus a fez rainha.

2. Há tempo de calar e tempo de falar
Ester se calou. Ela obedeceu seu primo e não revelou sua identidade. O momento de falar não era aquele. Ela esperou pelo momento certo. A palavra quando dita no momento certo e da forma certa é eficaz, e Deus trabalha nela. Quando se tem intimidade com o Pai, Ele mesmo nos diz o momento de falar e o que falar, mas também nos manda calar. É preciso estar atento à vontade do Pai e obedecê-la.

3. Todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus
Assuero amou Ester mais que a todas as outras. E se casou com ela. Ester foi à presença do Rei de forma humilde. Naquele momento, nada dizia que ela seria a escolhida. Tudo parecia conspirar contra ela: fora tirada de seu primo contra sua vontade e aguardava para ser a rainha ou concubina do rei. Era quase uma loteria, pois todas as virgens formosas da Pérsia estavam lá. Mas Deus estava com Ester, e Ele tinha planos para sua vida, mudando sua sorte.

4. Amontoar brasas vivas na cabeça de nossos inimigos
Muitas vezes nos deparamos com pessoas que não são nossos inimigos declarados. Mas são pessoas que, sabemos, nos traem pelas costas, falam mal de nós, são falsos, agem com má fé. Ester viveu situação semelhante. Hamã planejou matar seu povo, e queria o sangue de Mordecai. Mas Ester não o tratou mal. Muito pelo contrário: preparou-lhe um banquete à presença do rei, tratando-o muito bem.

5. Obedecer, custe o que custar
No momento certo de falar, Mordecai avisou Ester. E ela arriscou sua própria vida para obedecer, para fazer o que tinha que fazer. Às vezes não obedecemos a vontade de Deus por vergonha, ou por medo. Mas se é a vontade de Deus, Ele irá nos proteger. Mesmo que Sua vontade soberana seja a nossa morte, Paulo diz: "Para mim, o viver é Cristo e o morrer é lucro". Devemos viver a vontade de Deus, seja ela qual for, pois após esta vida, estaremos com Cristo face a face. Glória a Deus!

6. Sua identidade
Ester sabia quem era. Quando ela foi falar com o Rei em favor de seu povo, ela vestiu suas melhores vestes, pôs a coroa de rainha e foi, com decisão firme, à presença sua presença. Ela sabia que era uma rainha e portou-se como tal. Ela não se curvou diante do Rei, como deveria fazer. Se colocou no pátio, arriscando a vida, mas não se abateu. Esperou pela decisão do Rei, que seria de vida ou de morte para ela, de cabeça erguida. Você sabe quem você é? Você anda cabisbaixo, com os ombros caídos, sem esperança? Deus é por você! Você não precisa mendigar atenção dos outros. É bom vivermos em comunhão com os irmãos, mas não precisamos pedir que eles nos dêem atenção, pois já temos a graça de Deus, e a Sua graça nos basta. Não perca sua identidade. Diante dos problemas, vista suas melhores roupas, penteie os cabelos, lave seu rosto e enfrente-os de cabeça erguida, assim como fez Ester.

7. Fé diante das lutas
Mesmo intercedendo por seu povo, Ester não conseguiu evitar a guerra contra os judeus. Deus não livrou o seu povo da guerra, mas lhe deu armas para lutar. Assim mesmo Deus faz conosco. Em Sua palavra Ele diz: "O mundo jaz no maligno";  e ainda: "No mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo pois eu venci o mundo". Deus não nos livrará das lutas, pois elas nos fazem fortes. Mas Deus nos dá a vitória no sangue de Jesus! Aleluia!

8. Os humilhados serão exaltados
Hamã queria sempre humilhar Mordecai. Mas por duas vezes Deus honrou seu filho. Na primeira delas, fez Hamã exaltá-lo e honrá-lo diante de toda a cidade. Está claro aí que os soberbos serão humilhados e os humilhados serão exaltados. Depois, o rei Assuero o declarou o segundo depois dele. Isso é maravilhoso!


Como as obras do Senhor são grandiosas para aqueles que o temem e o amam! Glória a Deus pois Ele tem planos em nossas vidas! Ainda que você olhe em volta e não veja Deus trabalhar, confie. Ester perdeu seus pais e, quando achou que nem mesmo seria honrada, sendo levada à presença do Rei, Deus a fez Rainha, a mulher mais respeitada da Pérsia de seu tempo!

Confie em Deus e Ele mudará sua sorte.

Soli Deo Gloria!

Nenhum comentário:

Postar um comentário