Mergulhando na Dança



Estava dando uma olhada em outros blogs de ballet e dança para adultos e observei uma coisa. Muita gente quer fazer ballet, ou dança em geral, mas não se aprofunda. Não mergulha de cabeça. O que faz com que a pessoa não se dedique tanto, e acabe por não obter os resultados que gostaria, e desiste no meio do caminho. Com isso, o ballet, ou a dança em geral, passa a ser uma "fase" em sua vida, e não algo duradouro.

Entendemos que vivemos num mundo onde não há espaço para si mesmo, apenas para as coisas que fazemos. O tempo tem estado cada vez mais curto: trabalho, escola, família, projetos etc etc, e não sobra tempo para dedicar-se a algo que te faz bem, te faz feliz. O trabalho nos faz felizes, a escola também, a família, nossos projetos. Mas algo como a dança, ou qualquer outra coisa que se resolva fazer, que não tenha exatamente a ver com esses itens, precisa também de dedicação e tempo. E acaba ficando de lado.

A dança se tornou moda. Qual será a bola da vez? Durante um tempo, dança do ventre por causa de uma novela. Em seguida, um filme trás à tona a salsa, o mambo, as danças de salão. Depois, outro filme, e uma turma corre para as academias em busca de aulas de ballet. Mas, tão logo passe a moda, lá se vão também os alunos.

Falta PAIXÃO. Amor pela dança, vontade de querer se aprofundar. É difícil, por causa da correria, mas aquela vontade permanecer e fazer com que eu ou você arranjemos tempo, procuremos, nos esforcemos, busquemos progredir nos exercícios, e não queiramos faltar às pequenas duas aulas por semana.

Nas igrejas, nos grupos de dança que surgem, vemos isso ainda mais. Pois, além dos compromissos que temos, como todo mundo, também temos compromissos com os ministérios que assumimos. É dia de ensaio do ministério de dança, do ministério de louvor, do ministério de teatro, reuniões de sociedades (feminina, adolescentes, jovens...), cultos etc etc, que nos falta tempo para nos organizarmos.

Um tempinho que temos em casa é destinado ao descanso, tão merecido.

Entendemos tudo isso, pois passamos por isso também. Mas, fico muitíssimo feliz, todas as vezes que eu vejo, aqui mesmo no blog, ou via email, o depoimento de alguém que me diz que conseguiu conciliar e encontrar um tempinho para se dedicar à dança, e que tem procurado saber mais sobre o assunto, fazer aulas, buscar mesmo algo mais para dar ao Senhor.

Entregar o melhor para Deus também é se dedicar.

Então, para facilitar esse "mergulho" na dança, dou uma dica.

CADERNOS!!!


Sabe quando a gente resolve estudar, ou pesquisar, ou fazer um diário? Que tal fazer tudo isso junto?
Compre um caderno, especialmente para ser teu cantinho ministerial na dança. Esse caderno vai te ajudar, e muito. Lá você pode colocar suas impressões na dança, frases, pensamentos, dicas que você encontrou em algum lugar e resolveu anotar para não se esquecer, recortes de jornais e revistas, fotos, imagens de ballet, sonhos, exercícios, um diário de como você se sente, etc.

Tudo isso vai criar, dentro de você, uma paixão maior pela dança, vai te deixar conectado com esse universo, e é algo que não vai tomar tanto o seu tempo.

Eu tenho algo assim. Mas não é o caderno: é este blog. Ele me deixa incrivelmente mergulhada na dança. E isso é muito bom, pois a cada dia mais eu quero me aperfeiçoar para o Senhor.

Sabe, às vezes não dá para dançar, pois, por falta de tempo, perco muitos ensaios, ou outra coisa, e me impede de dançar na presença do Senhor, na igreja. Mas não deixo de dançar em meus louvores, sozinha no meu quarto, só para adorar ao Senhor. Muito menos de dançar em espírito.


Alguém já experimentou algo assim? Dançar em espírito. É maravilhoso. Às vezes, estamos adorando ao Senhor, num culto, e uma música nos toca tanto, que sentimos aquele desejo imenso de dançar para Deus. Mas, devido a circunstâncias, como falta de veste, falta de preparo, ou qualquer outra coisa, não podemos ir à frente dançar. Mas nosso espírito não deixa de fazê-lo. É como se você fechasse os olhos, e visse a si mesmo dançando para Deus movimentos espontâneos. Dedique essa dança para Ele!

Você, que é ministro de dança: mergulhe nela. Já dizia Martha Graham: "A dança é a linguagem escondida da alma." A sua alma se comunica diretamente com Deus quando você dança. Dance, dance de corpo, alma e espírito.

Mergulhe na dança. Escreva, recorte, cole, sinta!

Consagre-se, entregue-se, não deixe o tempo ou a falta de tempo roubar seus preciosos minutos de dedicação ministerial.

Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários:

Postar um comentário