A Criança e a Dança Gospel



As crianças dessa nova geração estão cada vez mais inseridas no contexto das artes na igreja. Isso porque elas estão tendo o privilégio de usufruir do resgate que o Espírito Santo vem fazendo nos últimos poucos anos, dessa arte perdida na história das religiões e do culto a Deus.

Por causa disso, elas estão vendo, sem preconceitos, a arte na adoração, e estão preparadas para uma futura igreja, onde o louvor e a adoração não verão barreiras na cultura e na sociedade. Daqui a alguns anos, quando essas crianças forem a juventude, nós seremos as pessoas maduras das igrejas. Lembrem-se disso!

Ao contrário do que muitos pensam, muitas vezes o Espírito Santo inspira crianças no seu propósito. Vou contar a vocês uma experiência que tive com meu filho de seis anos.

Estávamos no carro, conversando, eu, meu noivo, e meu filho no banco de trás. Na época, ele estava com 4 anos. Estávamos vivendo um momento único em nossas vidas, e eu e meu noivo, na época apenas namorados, estávamos muito envolvidos em nosso relacionamento. Mas isso era algo apenas entre nós, e nem notávamos, mas aos poucos, nos tornávamos as pessoas mais importantes em nossas vidas, um para o outro.

Nunca havíamos percebido e falado sobre o assunto, até o momento.

Dirigíamos para o Shopping Center Recife, e meu filho estava na cadeirinha do banco de trás, cantando uma música, enquanto conversávamos. Até que ele parou, nos chamou, e disse: "Não terás outros deuses diante de mim."

Nós dois paramos, olhamos um para o outro. Meu noivo perguntou: "Por que você está dizendo isso?"

Ele simplesmente respondeu: "Foi Jesus quem me falou agora. Ele falou de dentro do sol." Mas o sol estava do outro lado da estrada.

Olhamos um para o outro e, depois, a sós, conversamos. E entendemos que Jesus realmente mandou ele nos avisar isso. Provavelmente, ele viu uma luz muito forte, que não era o sol, e de dentro ele ouviu a voz do Senhor. Era um aviso. Nós dois não poderíamos nos amar mais do que a Deus, e deveríamos nos policiar para não cairmos em idolatria, que Deus não suporta. E desde então, aquele recado de Deus sempre vem à nossa memória para nos lembrar de não nos colocarmos em primeiro lugar, e sim a Cristo.

Esta semana, aconteceu novamente. Ele agora está com seis anos. De lá para cá, nunca falamos nada para não poluir a mente dele, e deixá-lo "apavoneado", se achando o super poderoso (ele já gosta do homem aranha, aí ele poderia dizer coisas só pra dizer que foi Deus quem disse).

Estamos no momento nos preparando para nos casar. Mas as dificuldades financeiras estão tornando esse sonho mais longe. Estamos em oração há alguns meses, pedindo a Deus as condições financeiras suficientes para nos sustentar.

Esta semana, meu noivo veio me visitar. Eu estava em outro cômodo da casa, e meu filho ficou sozinho com ele. Então, ele fez um aviãozinho de papel, jogou para ele e disse que havia uma mensagem dentro. Meu noivo trouxe o aviãozinho para eu ver. Disse que eu abrisse.

Meu filho escreve padrões silábicos, e está na fase da leitura na escola, para tornar sua leitura mais fluente. Ainda não chegamos na metade do ano letivo, de alfabetização, mas a frase que meu filho escreveu para meu noivo foi:

A AJUDA ESTÁ A CAMINHO.

Ele não tinha como saber o que estamos orando a Deus, o que temos pedido, pois isso é algo interno, algo íntimo, entre nós dois. E este tipo de frase, com essa construção, não é algo típico dele. Meu filho foi usado novamente, para nos trazer uma mensagem de Deus. Ele é uma criança.

Por que as pessoas têm tanta dificuldade de enxergar as crianças como seres usados por Deus? Isso não é algo de hoje, é antigo. Nos tempos de Jesus, isso também acontecia. Por isso Ele disse: "Deixai vir a mim os pequeninos, porque dos tais é o Reino de Deus." (Lucas 18:16).

Muitas crianças são usadas, basta estarmos atentos para ouvir e ver. Mas, devemos nos atentar para o seguinte: devemos manter a pureza delas, e agir com sabedoria. Crianças gostam de chamar a atenção. Meu filho que o diga! Onde chega, ele entra no meio das pessoas, ao estilo homem-aranha, atrapalhando a conversa, e ainda sai com a maior cara de Tony Stark!

Mas, mesmo sabendo que Ele havia nos trazido um recado de Deus, apenas agradecemos por Ele nos ter dado o recado e mudamos de assunto, pois se déssemos muita corda, ele iria achar que ele era a estrela, entende?

O cuidado com a criança está nesse sentido. Em cuidar para que elas não achem que elas é que estão no controle, ou que são "muita coisa" por terem sido usadas.

Bem, essa mensagem eu queria deixar para vocês hoje. Não impeçam as crianças de se achegarem à adoração. As crianças querem cantar? Deixem-nas cantar. Querem participar do teatro? Deixem-nas participar. Querem dançar? Deixem-nas dançar. Incentivem-nas.

Para encerrar, deixo com vocês um vídeo, de uma menina chamada Ana Mellina, dançando ao Senhor no Festival de Dança Gospel Shekinah, em 2012. Se vocês perceberem, ela não está dançando o que lhe vem à cabeça no momento. Você percebe que tudo foi previamente preparado, e que sua dança fora previamente coreografada. Mas, pasme, ela mesma foi a coreógrafa. Ela criou sua dança, baseada na mensagem da música.

Deus os abençoe.

Share this:

JOIN CONVERSATION

2 comentários:

  1. Olá, meu nome é Raissa Bacaycoa, sou do Ministério Ungidas (os) pelo Rei, estamos fazendo uma apostila de estudos para dança e queríamos autorização para utilizar alguns estudos publicados no seu blog. Essas apostilas são temáticas e tem como objetivo auxiliar os ministérios de dança, será utilizada para os membros do ministério e vendido para outros. Desde já agradeço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, tudo bem? Bom, se você citar a fonte, não tem problema algum. Eu fico muito chateada quando vejo conteúdo do meu blog sendo plagiado para outros blogs e sequer citam as fontes. De qualquer maneira, já existe uma apostila como esta, e foi feita por mim, embora não seja tão completa, contém um programa diário de exercícios para o ministro. O link está aqui, se quiser dar uma olhada.
      https://clubedeautores.com.br/book/132572--Apostila_do_Ministro_de_Danca#.Vncvr_lViko

      Excluir