segunda-feira, 28 de abril de 2014

Vestes - Calça Leg



"Faze-lhes também calções de linho, para cobrirem a carne nua; 
irão dos lombos até as coxas." Êxodo 28:42

Resolvi fazer este post específico sobre a calça leg por causa de alguns vídeos de ministrações que vi na internet.

Há alguns anos, precisamente em 2011, criei um post específico, com um estudo bíblico sobre vestes, a partir de uma revelação do Espírito Santo sobre as vestes sacerdotais para a dança. Para ler, clique AQUI.

Mas agora venho notando que alguns ministros estão deixando de lado o cuidado com as vestes, principalmente no que diz respeito à calça leg, e fazendo verdadeiras exposições do corpo em suas ministrações, tirando a atenção das pessoas de onde elas deveriam olhar, a mensagem da dança, e causando certo incômodo em quem assiste.

Veja estas fotos, retiradas de um vídeo de ministração com danças na internet.

Apaguei o rosto da ministra para preservá-la. Observe esta sequência de passos, que acho lindos. Mas veja o que acontece com as vestes da ministra:








Seu corpo fica exposto, como se estivesse nua. Sabemos que ela está usando uma calça leg, mas é como se estivesse nua. E por quê?

A calça leg, na sua utilização da veste sacerdotal, faz parte das chamadas "roupas de baixo", descritas no versículo 42, em destaque no alto do post. As vestes sacerdotais precisam de roupa de baixo, como collant e calça leg, mas essas roupas não devem ser A VESTE. Elas são ROUPAS DE BAIXO, como sua lingerie. Ela não deve compor a veste como parte do FIGURINO, vamos assim dizer. É como quando você veste uma calcinha. Ela faz parte de seu vestuário, mas não de seu "look", porque ela não está lá para ser VISTA.

O versículo fala da importância de cobrir a carne nua. A veste não deve ser, de maneira alguma, sensual, pois o foco de sua dança não está no SEU CORPO. Por isso, decotes no busto e pernas de fora devem ser evitados a todo custo.

A calça leg funciona como uma segunda pele. Assim como o collant não é o seu vestido. É uma roupa de baixo, que você veste por baixo da verdadeira veste, que aparecerá para as pessoas.

Quando sua veste é composta por um vestido rodado, curto, como o do exemplo citado, você deve usar uma calça leg, ou até os joelhos ou até os tornozelos, como sua segunda pele, e por cima desta, a continuação da veste, seja uma saia, ou uma calça pantalona, ou uma calça bailarina.

Existem vários tipos de calças e saias para dança, que devem ser usadas por cima da calça leg. Principalmente se em sua dança existem passos como este apresentado.

Se você vai executar uma dança com passos de jazz, moderno, contemporâneo, opte por calças.






Esta foto acima, eu tinha acabado de fazer o mesmo passo que a ministra mencionada havia feito. Eu estava usando uma calça pantalona preta, por cima de uma calça leg até os tornozelos. A minha calça leg eu a utilizo sempre, seja qual for a veste, como roupa de baixo.


Se a sua dança for uma dança mais clássica, com giros, saltos, sapatilhas, etc, e você não quer usar calça, e sua veste é um vestido, cuidado com o tamanho das saias. E use a leg por baixo. Para não destoar das cores, você pode usar uma leg da cor do vestido, até abaixo dos joelhos, e uma meia calça. Ou usar uma leg completa, até os tornozelos. Mas cubra a carne nua.

 Acima, vestidos abaixo dos joelhos e meia calça, cobrindo as pernas. Nesta veste, porém, há espaço apenas para a dança clássica, evitando a exposição das pernas com o ballet moderno, contemporâneo e jazz.

 Acima, vestido com calça. Abaixo, vestido com meia calça, cobrindo a pele. Na veste acima, as ministras poderão fazer dança clássica, e também o moderno, sem problema. Na veste abaixo, apenas o clássico, tendo o cuidado para não expor as pernas.

 Acima, exemplo de vestido com calça leg. Abaixo, vestidos com meia calça e sapatilha. 



Há também os vestidos compridos, com mais de uma saia, e que devem ser usados com meia calça ou com leg até os tornozelos.



Já dancei com vestido mais curto, na altura dos joelhos, com uma calça leg até o tornozelo. Uma dança clássica, que não houvesse a exposição de meu corpo como no exemplo.


Acima, o giro da ministra expõe a carne nua das pernas. Sua leg deveria ir até abaixo do tornozelo, se usasse meias e sapatilhas, ou a escolha entre a leg até o tornozelo ou meio da panturrilha, caso achasse muito comprida. Mas essa exposição não deve acontecer.

Se você for usar o tradicional tutu de ballet, evite os tipos prato e sino, e opte pelo tutu romântico. Use com uma meia calça opaca, de preferência nas cores branca ou chá, ou mesmo na cor do tutu se preferir.





Somos ministros. Nossa exposição não é o que deve acontecer. Ao contrário. Que eu diminua e Cristo cresça. Como posso pregar isso, se eu estou desviando a atenção das pessoas para mim e meu corpo? Como posso ministrar a palavra de Deus se no momento de minha ministração estou desviando os olhos dos que ali estão para nuances de minhas coxas, de meu bumbum...

Este assunto é chato?

Sim, é. Mas necessário. Cada ministro possui dentro de si o próprio Deus na pessoa do Espírito Santo. É Ele quem irá testificar em seu coração esta palavra.

Deus te abençoe e te ilumine em tua jornada ministerial.


Espere! Você gostou da postagem? Então dê uma olhada no material feito por mim que está disponível para você e seu ministério!


Disponível nos links:

Um comentário:

  1. Olá , gostaria de saber aonde você comprou o vestido q são ate os tornozelos? Bjss paz do Senhor!

    ResponderExcluir