Dicas para Criar Vestes



As vestes são muito importantes, nem é preciso dizer. Fiz aqui um estudo bíblico somente sobre a veste do ministro, que você pode ler AQUI.

Mas precisamos criar estas vestes e levar algo novo, de melhor, para o Senhor. Muitas vezes, Deus mesmo me deu o desenho das vestes. E é uma experiência única, também já falei sobre isso aqui no blog.

De toda forma, vejo que muitos ministros têm problemas para criar desenhos de vestes, então, aqui vai algumas dicas. Não vou fazer desenhos e postar aqui, pois você precisa criar suas próprias vestes, e não copiá-las de outros. Uma dica ou outra, e você cria uma veste nova, para honra e glória do Senhor Jesus!



Darei apenas algumas dicas básicas, para iniciantes. Com o tempo, você conseguirá criar vestes cada vez mais elaboradas.

1. Sobreposição de tecido

Essa é a forma mais fácil. Um vestido ou macacão por baixo, ou collant e calça pantalona, e por cima, um tecido, colocado em um ombro só. De preferência, de cor diferente da parte de baixo, e de tecido e textura diferentes também.



É muito simples fazer esse tecido sobreposto. Escolha o tecido/textura e a cor/estampa (você pode consultar o Catálogo de Tecidos). Em seguida, corte dois ou três metros de tecido (dependendo do tamanho que você quer atingir). Dobre um triângulo. No centro da dobra do triângulo, corte o tamanho de seu ombro direito à axila esquerda. Esse corte deverá abrir o tecido, deixando ele pontudo nas bases. Vista o tecido, com um ombro só, por cima da roupa. Você pode amarrar na altura do ombro com uma fita fina de cetim, e enrolá-la no braço até os pulsos, você também pode fazer uma faixa da cor da roupa que está embaixo e prender a cintura.


2. Bata de Um Ombro Só


Você pode mandar fazer uma bata comprida, como na foto, de um ombro só, com manga ou sem manga. Amarre na cintura, de lado.


3. Mistura de Texturas


Numa mesma composição, você usa tafetá e renda (como na imagem acima). Você pode ousar, como tule e chita, fazendo uma bailarina regional; chita e malha; etc. Crie e ouse.


4. Estampas e Liso


Esta bata foi feita com o tecido dobrado, cortada a parte da cabeça e aberturas laterais para prender com faixa e, ao mesmo tempo, fechar "mangas falsas" sob os braços. É uma ótima, fácil e barata ideia!


O Estúdio do Corpo usou muito bem a estampa. Com tecidos sobrepostos, fez um vestido com saia estampada mais comprida, e a parte de cima, com tecido branco mais fino, em várias pontas, para dar o efeito. As cores foram muito bem planejadas. Faça o seu! Combine estampas com tecidos lisos, escolhendo a cor do tecido liso pela cor da estampa.


Aqui as meninas criaram um pequeno vestido, com ponta, para usar por cima de collant e calça. Muito bonito e simples, fácil de fazer.

5. Calças

 Esta calça é a própria peça do figurino, enão algo que fica por baixo. Por isso ela tem detalhes laterais e tecido estampado.

 Calça de cetim dourado ou outra cor de sua preferência. Blusa de cor neutra (aqui a calça é quem dá o tom), e cinto da mesma cor da calça na cintura, por cima da blusa.

Calça simples de exercício, com modelo fácil, que se pode usar em figurinos como o último sobre vestidos e estampas.

Pantalona ou macacão com perna pantalona. Ótimo para usar batas ou batas de um ombro só. Não se esqueça de usar a calça leg por baixo, pois em alguns movimentos de chão, a perna da pantalona levanta como uma saia.

6. Saias

Uma dica boa é fazer uma saia comprida com lascão enorme de um tecido como veludo, chamois, chantum, estampada, e uma outra saia, separada desta, por baixo, mais comprida que a de cima, numa cor da estampa, de tafetá ou cetim. Duplo godê, para a saia girar bastante.


Saia de baixo mais comprida que a de cima. Fica muito legal se forem em cores diferentes, mas congruentes, onde a de baixo é mais escura que a de cima, formando degradé.


A saia de cima com pontas, e a saia de baixo com barrado reto.

7. Vestido


O modelo acima, onde a barra de início da saia é bem abaixo do busto, fica legal se misturar tecidos diferentes. Uma boa ideia é a parte do busto e alças ser de tecido brocado, na cor que desejar (as lojas tem brocados lindos, difícil é escolher), forrado para não machucar, e a saia de malha cacharrel ou outra malha, na mesma cor que a base do tecido brocado. Pode-se colocar um torçal na linha que separa a parte superior da inferior, amarrando atrás.

Na foto acima, vários torçais entrelaçados, formando um colar. Você pode comprar esse torçal na cor que quiser, o metro, em casas de aviamentos.


8. Saias entrecortadas

Essas saias dão mobilidade, deixando suas pernas mais livres para realizar os movimentos, sem perder a graça do vestido. O ideal é que as faixas sejam cortadas bem grossas, e colocadas em envelope na cintura, para que no giro se faça um circulo bastante godê, como na foto abaixo. Não se esqueça de usar uma pantalona. Calça leg não fica legal, porque nesse caso, quando as faixas se abrem, toda a perna fica exposta. A calça leg marca a perna e deve ser usada como roupa de baixo, e não como veste (leia o estudo bíblico sobre as vestes).


Pode ser também em faixas finas, mas o efeito é outro, não é o mesmo. Nesse caso, é melhor que o vestido seja mais curto, e haja uma saia mais comprida por baixo, ou uma calça pantalona.


Você pode acrescentar o que quiser: boleros (como na foto acima), detalhes, parte do vestido em um tecido, parte em outro, saias de tecidos e cores e estampas diferentes, alças de tecido torcido, enfim. Use sua criatividade!

Share this:

JOIN CONVERSATION

    Blogger Comment

0 comentários:

Postar um comentário